8 Anti-inflamatórios naturais para tratar as dores

8 Anti- Inflamatórios naturais para dores nas articulações

Sempre que sentimos algum tipo de dor temos o constante hábito, de recorrer a algum analgésico ou anti-inflamatórios mas todos químicos.

Esse  hábito  parece não ser ofensivo, mais na verdade estamos causando uma das maiores agressões que o corpo pode sofrer.

Os analgésicos de farmácia são nocivos, e a melhor coisa é evitá los o máximo.

A aspirina, por exemplo, é uma das maiores causadoras de intoxicação em crianças.

Muitos crianças  que tomam esse analgésico têm sangramento intestinal.

Também existem estudos que mostram  que a aspirina pode ser uma das causadoras da síndrome de Reye, uma doença grave, de rápida progressão e as  vezes fatal, que os casos ocorrem em crianças, atacando  o cérebro e o fígado.

O paracetamol é outra  ameaça à saúde.

Nos Estados Unidos,  ele é a principal causa de insuficiência hepática.

Por isso a FDA (Food and Drug Administration), agência norte-americana que regula alimentos e medicamentos, tomou nos últimos anos uma série de medidas para controlar o uso do paracetamol.

O que fazer para combater a dor de forma natural? Que tal anti-inflamatórios naturais?

Existem recursos terapêuticos e selecionamos alguns para você, todos são anti-inflamatórios, veja:

Anti-Inflamatórios

  •  – Omega 3

As  gorduras ômega-3 contribuem para a produção de prostaglandinas.

E o que são prostaglandinas?

São substâncias semelhantes a hormônios participantes de várias funções corporais, como a contração e o relaxamento do músculo liso, a dilatação e a constrição dos vasos sanguíneos, o controle da pressão arterial e de inflamações.

Boas fontes de ômega-3 são peixes de águas profundas e frias (salmão, atum, bacalhau, arenque, cavalinha, sardinha, truta) e óleo de peixe, além de sementes de linhaça.

  • – Elimine ou reduza intensamente a maioria dos grãos e açúcares (incluindo frutose) de sua dieta

Eliminar ou diminuir o consumo grãos e açúcares vai reduzir seus níveis de insulina e leptina.

Os níveis de insulina e leptina elevados são um dos estimuladores de inflamações.

É por isso que eliminar açúcar e grãos é tão importante para controlar a dor e outros tipos de doenças crônicas.

  • – Aumente a produção de vitamina D

A vitamina D é considerada vital para osso organismo.

A exposição solar adequada e regular vai aumentar a produção de vitamina D e isso desencadeará vários mecanismos redutores da dor.

  • – Consuma gengibre

Ele é anti-inflamatório e tem a capacidade de aliviar a dor, além de acalmar o estômago.

Consuma o gengibre na forma de chá, ralado em saladas ou com uma deliciosa conserva, como esta <AQUI>.

  • – Coma abacaxi ou tome o suco

O abacaxi contém bromelaína, uma enzima que digere proteínas e é também um anti-inflamatório natural.

Se tomar o suco de abacaxi, não use açúcar.

  • – Consuma açafrão-da-terra (cúrcuma)

A curcumina é a substância terapêutica do açafrão-da-terra (cúrcuma) que é anti-inflamatória e combate a dor.

Em um estudo com pacientes com osteoartrite, os que consumiram 200 mg de curcumina por dia reduziram a dor e conseguiram o aumento da mobilidade .

Existem vários estudos clínicos mostrando a atividade anti-inflamatória da curcumina.

Veja também: 

Óleo de coco e Açafrão da Terra – Poderoso desintoxicante e anti-inflamatório natural

Açafrão é bom mas temos certeza que você não sabe tudo sobre ele!

Esta é a Água de Gengibre, sem dúvidas o melhor termogênico.

  • – Consuma óleo de prímula

O óleo da semente de prímula contém ácido gamalinolênico (GLA), um ácido graxo ômega 6 que o corpo utiliza para fabricar uma prostaglandina vital para aliviar inflamações e fortalecer o sistema imune.

O óleo da semente de prímula pode ser tomado na forma de suplemento (cápsula) ou usado em saladas.

Ele é encontrado nas boas lojas de produtos naturais.

  • – Consuma cloreto de magnésio PA

Ele vai fortalecer os ossos e as aticulações, prevenindo processos inflamatórios.

Normalmente o cloreto de magnésio PA é vendido em pacotinhos de 33 gramas.

Dissolva todo o conteúdo em uma jarra de vidro com 1 litro de água.

Mexa bem e guarde na geladeira.

A dose é de um copinho de café diariamente (mais ou menos 50mL).

O cloreto de magnésio é contraindicado em casos de diarreia e de insuficiência renal.

E o uso exagerado pode causar náuseas, vômitos, diarreia e desconforto abdominal.

Para um consumo mais seguro do cloreto de magnésio, consulte seu médico antes.

Estes são excelente anti-inflamatórios naturais e ao fazer sua ingestão temos certeza que irá melhorar as defesas naturais do seu organismo.

Esta é uma dica sobre tratamentos caseiros, não substitui um especialista. Procure  sempre seu médico

FONTE

Últimos Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *