As histórias dessas pessoas vão te provar que nenhum motivo é suficiente para desistir

As histórias dessas pessoas vão te provar que nenhum motivo é suficiente para desistir

Às vezes a vida nos apresenta algumas situações problemáticas sem nenhum aviso, mudando completamente a forma como temos que encarar as coisas mais comuns do dia-a-dia. Para muita gente, isso pode significar uma alteração terrível capaz de destruir todos os sonhos.

De fato, a vida pode testar a nossa força com mudanças que ficam para sempre. Ainda assim, diante dos desafios, muita gente consegue encarar momentos considerados injustos com muita disposição. Mesmo que criem um momento que defina a vida em antes e depois daquele ponto, algumas situações não são suficientes para destruir os sonhos destas pessoas.

Aqui estão algumas história que vão te inspirar para conseguir enfrentar diversidades que possam vir a aparecer no seu caminho.

Sylvester Stallone

Logo de cara, já vamos abrir a lista com um dos maiores nomes do cinema de ação da história. Mesmo longe dos padrões ideais de beleza e talento para a época, Sylvester Stallone provou que podia alçar grandes voos.

Como resultado de um trauma em seu nascimento, Stallone tem parte do lado esquerdo da face paralisado, com a boca levemente torta e a língua tendo movimentos limitados, o que afeta diretamente a sua fala. Por mais que parece um problema daqueles, não impediu que Stallone lutasse para interpretar Rocky nos cinemas, o que o colocou no hall dos maiores atores da história.

Madeline Stuart

Madeline Stuart nasceu com Síndrome de Down, mas tinha o sonho de se tornar modelo e ganhar as passarelas do mundo. Ainda que tenha sido preciso lutar muito para isso, ela realmente conseguiu. A garota precisou investir no mundo dos esportes e perder 20kg. Mesmo depois de muitas tentativas, ela não conseguia espaço nas agências, em razão de sua condição incomum no mundo das agências.

Com muito esforço, Madeline acabou conseguindo assinar um contrato com a marca Manifesta, atuando como modelo para a marca que espera atingir mulheres de todos os tipos, tamanhos e formas. Recentemente, a jovem conseguiu figurar entre as modelos na New York Fashion Week, provando que os sonhos podem mesmo se tornar reais.

Evgeny Smirnov

Imagine que você leva a vida como dançarino profissional, mas perde uma das pernas em um grave acidente e perca a habilidade de dançar. O que você faria?

Quando aconteceu com o russo campeão de break dance Evgeny Smirnov, ele não se abalou e provou que podia continuar a mostrar o seu talento mesmo com uma prótese mecânica no lugar da perna.

Apesar de precisar aprender a dançar novamente, ele se manteve firme em sua especialidade e se tornou um grande exemplo de que o corpo nem sempre é limitação para alcançar os sonhos pessoais.

Olesya Vladykina

Com apenas 20 anos de idade, Olesya Vladykina já tinha sofrido um acidente de trânsito grave durante uma visita à Tailândia. Além de perder uma de suas melhores amigas, que morreu no acidente, também precisou ter o braço esquerdo amputado. Depois do acidente, no entanto, ela continuou os seus treinamentos de natação apenas um mês depois de sair do hospital.

O feito já era considerado impressionante por muita gente, mas Olesya provou que podia ir além quando participou dos Jogos Paralímpicos de Pequim, em 2008, apenas cinco meses depois de sair do hospital. Olesya disputou em duas edições dos jogos, ganhou um medalha de ouro e conquistou um recorde mundial com suas performances.

Andrea Bocelli

É verdade que uma pessoa cega perde a capacidade de ver o mundo, mas isso não significa que se torna incapaz de compreender ou sentir o ambiente ao seu redor. Talvez graças a essa habilidade, Andrea Bocelli conseguiu transmitir o mesmo sentimento para o mundo por meio de sua música.

O cantor de música clássica tem reconhecimento internacional por seu talento acima de média e não deixou que sua deficiência limitasse suas conquistas. Ele costuma dizer que ainda que o tenha perdido a habilidade de olhar para o mundo, consegue enxergá-lo com o coração.

Victoria Duval

Aos 20 anos de idade, a tenista norte-americana Victoria Duval provou que nem mesmo uma poderosa doença podia ficar no sue caminho de atleta. Durante a participação no torneio de Wimbledon, em 2014, foi anunciado que a jovem fora diagnosticado com a Doença de Hodgkin, um câncer do sistema linfático.

Mesmo com a condição de saúde, Victoria decidiu permanecer no torneio e chegou a se classificar para a segunda fase da competição, mas acabou perdendo. Depois da derrota voltou para casa, nos Estados Unidos, passou por tratamentos e se livrou do câncer.

Bill Porter

Quando você tem foco e determinação em alguma causa na vida, até mesmo os obstáculos mais difíceis podem ser evitados. No caso de Bill Porter, mesmo que ele tenha sofrido com paralisia cerebral, não deixou que seu problema impedisse que ele alcançasse o sonho de trabalhar com vendas.

Para provar que a sua condição não era empecilho, ele acabou se tornando um dos mais reconhecidos vendedores dos Estados Unidos. Não à toa, a história de Bill ganhou uma daptação em filme em 2002, com o título De Porta em Porta, em que foi interpretado pelo ator William H. Macu, de Fargo, Shameless e Jurassic Park III.

Chantelle Brown Young

Chantelle Brown Young é uma modelo que tem uma beleza completamente incomum, não só para o mundo da moda, como também em comparação com as pessoas que costumamos encontrar no dia-a-dia. Isso se deve a condição que afeta a pigmentação de sua pele, vitiligo. Mesmo tendo uma pele que apresenta manchas, por conta da diferença de cores provocada pela doença, ela decidiu apostar em suas outras qualidades físicas para seguir a carreira de modelo. Como resultado do investimento em seu sonho, ela acabou se tornando mundialmente conhecida como uma profissional de sucesso em seu mundo de atuação.

Nick Vujicic

Com um corpo que não tem nem braços nem partas, este homem utilizou a sua incrível força de vontade para não se deixar abalar. Não só isso, como provou que, mesmo nas situações mais terríveis, é possível encontrar felicidade e motivação na vida.

Nick nasceu com uma estranha condição chamada de síndrome de tetra-amelia, que faz com que uma má formação genética não produza os quatro membros do corpo humano. Mesmo com sua deficiência física, Nick pratica golfe e surfe, viaja ao redor do mundo dando palestras motivacionais e construiu uma família que já conta com dois filhos.

Ksenia Bezuglova

Ksenia Bezuglova é uma ativista social de sucesso, mãe de duas filhas e ganhadora de um concurso de beleza na Itália. Com essa descrição que exalta conquistas, talvez você não pense numa mulher deficiente como primeira reação, graças às referências que costumamos ter, mas a verdade é que Ksenina vive numa cadeira de rodas.

O concurso que ela ganhou é dedicado a mulheres na mesma condição e seu ativismo acontece na área da deficiência física. Mesmo com sua condição que limita movimentos, Ksenia é bem humorada, otimista e um verdadeiro exemplo de que é possível superar adversidades.

A partir de tantas histórias, ficou claro que mesmo que você tenha algum problema, é possível seguir em frente com disposição, força de vontade e busca por seus sonhos. Qual das histórias mais te emocionou?

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *