Gata rastreia sua dona até encontra-lá em um lar de idosos

Gata rastreia sua dona até encontra-lá em um lar de idosos

Gata rastreia sua dona após separadas –  O caso ocorreu no Reino Unido, emocionando milhares de pessoas. Há 10 anos Nancy adotou uma gata de rua e a chamou de Cleo. Elas fizeram companhia uma para a outra durante longos anos, mas infelizmente ela teve de ir para um asilo. Com a idade avançada Nancy precisava de cuidados especiais, por isso a família decidiu que ela ficaria melhor assistida em uma casa de repouso.

A senhora pediu para que seu vizinho adotasse Cleo, pois lares para idosos não permitem animais. Com muita dor no coração Nancy entregou sua amiga e partiu para não se encontrarem nunca mais. Sua decepção foi muito grande, pois gostaria de passar seus últimos anos de vida ao lado de sua gata de estimação.

De acordo com o vizinho, Cleo não parava em casa. Vigiava a casa onde morava com Nancy, cheirava e espiava como se procurasse sua dona. Ficou claro que ela também sentiu muito a separação. Após ficar alguns dias esperando na porta sem sucesso a gata desapareceu. Ninguém imaginava o que ela iria fazer.

cat-tracks-owner-nursing-home-cleo-nancy-cowen-4

gata rastreia

Depois de um tempo uma gata apareceu no lar de idosos que Nancy estava morando. Já idosa, e com dificuldade para enxergar, Nancy avistou a gata de longe e comentou com seu cuidador que ela era muito parecida com sua antiga gata Cleo. Os dias foram passando e a gatinha ficava nas janelas espiando dentro da casa de repouso, dormia e acordava na porta, na esperança de que fosse encontrar alguém.

Embora a gata fosse muito semelhante à Cleo, Nancy jamais imaginaria que ela pudesse rastreá-la da sua antiga casa até o asilo. Na dúvida pediu para o seu enfermeiro verificar. Se a gatinha tivesse o rabo quebrado poderia ser Cleo, já que ela havia sofrido um acidente há alguns anos. Para a surpresa de todos a gata tinha o rabo quebrado. Junto com essa constatação veio a informação de que o vizinho notou a falta da gata.

Cleo havia mesmo ido atrás de sua dona. O fato causou tanta comoção no lar de idosos que eles aceitaram que a gatinha more lá,  enquanto Nancy estiver hospedada. Todos concordaram, pois elas ficaram juntas durante muito tempo, e depois de uma prova de amor e fidelidade dessa ninguém podia separa-las. Nancy, enfim, realizou seu sonho de passar o resto de seus dias ao lado de sua grande companheira.

Acreditamos que com essa história cai por terra a ideia de que os gatos se apegam apenas à casas e não aos seus donos. Qual sua opinião?

Leia Também:

DICAS PARA TIRAR CHEIRO DE URINA DE ANIMAL DA CASA

ELIMINE OS CARRAPATOS DO SEU CÃO/GATO COM ESTA SIMPLES MISTURA DE SAL E VINAGRE

Fonte

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *