Nimesulida, este anti-inflamatório está sendo retirado do mercado. Saiba o motivo!

Nimesulida pode prejudicar sua saúde

Muitas pessoas conhecem ou já fizeram uso do medicamento anti-inflamatório Nimesulida?

Ele é muito recomendado para tratar dores muito fortes tais como:

  • dores de dentes
  • ouvido
  • cólicas ou dores menstruais
  • garganta

Existem diversos nomes atribuídos a Nimesulida: Nisulid, Fasulide, Nimesubal e Arflex, por exemplo.

A sua versão em gel, geralmente é usada para tratar dores musculares, ligamentos, articulações e tendões.

Nimesulida e os seus efeitos colaterais

Embora muitos médicos brasileiros aconselhem Nimesulida aos seus pacientes, existe uma crescente preocupação internacional sobre sua ação tóxica.

E é o Fígado o quem esta sofrendo essa intoxicação por este medicamento.

Segundo a Unidade Nacional de Transplante de Fígado (NLTU), organismo irlandês, ultimamente, seis transplantes hepáticos ocorreram em pacientes com falhas severas no fígado.

Foi constatado que em todos os casos o uso da Nimesulida era constante por parte destes transplantados.

A Insuficiência Hepática Fulminante (FHF) ocorre sem motivo qualquer e há indícios de que a ingestão deste anti-inflamatório seja o responsável.

A verdade é que o quadro de hepatotoxicidade não escolhe pacientes.

Ela pode acontecer seja no início, durante, no fim ou após ter tomado o anti-inflamatório em questão e em qualquer pessoa.

Medicamento é retirado do mercado

Vários países estão retirando ele do mercado como a Comissão Europeia que já se manifestou a respeito.

A Comissão Europeia também lançou um aviso para que as pessoas evitem o uso de Nimesulida, especialmente, se for uma ingestão frequente e regular.

Saiba que este fármaco nunca foi aceito pelos organismos de saúde alemães e britânicos.

Na Holanda, Canadá, Suécia, Finlândia, Irlanda, Japão, Estados Unidos, Espanha, Dinamarca e Bélgica, foi proibida a sua venda.

Nimesulida no Brasil e em Portugal

Em relação a Portugal e ao Brasil, o Nimesulida pode ser adquirido facilmente em qualquer farmácia.

Ela possui igualmente uma versão de medicamento genérico.

É fato comprovado de que este anti-inflamatório é um dos mais consumidos, por brasileiros e portugueses, até ao ano de 2000.

Sugerimos que você procure seu médico caso você tome este medicamento.

Peça para ele uma alternativa que faça com que você corra menos riscos.

Esta é a melhor sugestão independente de que lhe digam.

Você deve se perguntar porque países de primeiro mundo acima citados proibiram sua venda ou em outros nem se quer foram comercializados na vida.

Reforçando ainda neste caso, melhor você seguir estes países onde as leis funcionam e são mais severas do que se arriscar.

Acredito que em nosso país ainda terá muita burocracia a respeito visto os ganhos absurdos das empresas responsáveis.

De qualquer forma e obviamente, nunca faça a auto-medicação. Consulte sempre um especialista.

Mas não deixe de se sentir informado a respeito de tudo.

Fonte

Fonte: publicação “Hepatotoxicidade associada à nimesulida: uma revisão da literatura “ da Revista Brasileira de Farmácia (RBF)

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *