Tireoide – Estas 10 ervas curam e restauram ela

Com essas 10 ervas você restaura a tireoide

Tireoide – Os hormônios são substâncias produzidas pelas glândulas endócrinas que nos ajudam a regular as funções do nosso organismo.

Vários fatores, como doenças, alterações no ambiente, na dieta, etc., podem levar a um desequilíbrio hormonal que produz sintomas e distúrbios indesejáveis.

Como a ação dos hormônios ainda não é totalmente compreendida, é muito difícil tratar os desequilíbrios hormonais.

É a tireoide uma das principais glândulas responsável pela produção de hormônios.

Existem certas ervas que atuam equilibrando os hormônios, regulando a tireoide.

Essas ervas geralmente têm efeito benéfico sobre a saúde geral e o bem-estar da pessoa.

Elas são conhecidas como  plantas adaptogênicas, porque ajudam o corpo a se adaptar às mudanças físicas. emocionais e do ambiente, bem como às alterações metabólicas do organismo.

A seguir, estão algumas das melhores ervas para equilibrar os hormônios e regular sua tireoide:

tireoide

1. Saw palmetto

A planta saw palmetto é utilizada para tratar a hiperplasia prostática benigna.

O consumo desta erva pode ajudar a aumentar a contagem de esperma e a reduzir a fadiga crônica.

Alivia o estresse e melhora a função imune, além de combater a queda de cabelo.

2. Tribulus terrestris

Geralmente considerado como um afrodisíaco, o extrato da planta é usado pela medicina indiana e chinesa para o tratamento de problemas reprodutivos masculinos, incluindo uma baixa contagem de espermatozoides.

Acredita-se que esta planta estimula os receptores de androgênio no cérebro, o que resulta numa melhor utilização dos hormônios masculinos.

Um componente do tribulus aumentaa os níveis de DHEA em homens, o que pode ajudar a tratar a a disfunção erétil e aumentar a fertilidade.

3. Epimedium

É largamente usada na medicina chinesa para tratar uma variedade de problemas de saúde, tais como impotência, osteoporose, doença cardíaca coronária, hipertensão, perda de memória e dor nas articulações.

4. Ashwagandha

É uma erva popular na medicina indiana.

Sua ação sobre o sistema endócrino a torna um excelente adaptogeno.

Ashwagandha tem um efeito de equilíbrio nas glândulas suprarrenais e na tireoide.

Pessoas com hipotireoidismo e hipertireoidismo se beneficiam ao tomar p extrato de ashwagandha.

Ashwagandha pode reduzir o estresse, melhorar a circulação sanguínea e prevenir o envelhecimento prematuro.

É considerada um afrodisíaco e é usada para tratar a disfunção erétil.

Ela também tem um efeito afrodisíaco nas mulheres, uma vez que aumenta o fluxo sanguíneo nos órgãos reprodutivos femininos.

5. Dong quai (Angelica sinensis)

Esta planta é chamada pelos chineses de “o remédio natural das mulheres”.

Ela é um tônico ginecológico, combatendo diversos problemas, como cólicas e menstruação irregular.

Dong quai é um regulador ginecológico natural que trabalha para equilibrar os níveis de estrogênio e, ao mesmo tempo, acalmar o sistema nervoso.

Além disso, é um poderoso fortificante para o sangue, pois contém um número surpreendente de vitaminas e minerais, como ácido fólico, ácido folínico, ácido nicotínico, biotina e vitamina B 12.

E também ajuda a aumentar o volume de sangue depois de uma cirurgia.

Dong quai pode ser comprada em lojas de produtos naturais e, na forma de cápsulas, pode ser encontrada em alguns mercados e fármacias de manipulação.

6. Linhaça

As mulheres sofrem mais de prisão de ventre do que os homens.

E a linhaça, com suas fibras, ajuda a normalizar o funcionamento do intestino.

Além disso,  essa semente ameniza problemas femininos como TPM ou sintomas da menopausa.

A linhaça é fonte de ômega 3, ômega 6, antioxidantes, fibras, vitaminas e minerais.

E ela tem ação fitoestrogênica.

Sabe o que isso significa?

Que ela é rica em um fitoesterol (lignana) que possui ação similar, embora mais fraca, ao estrogênio no organismo.

Por isso ajuda a minimizar os sintomas da TPM e principalmente da menopausa, quando os níveis desse hormônio são baixos.

7. Maca

Esta raiz originária do Peru melhora a função endócrina.

O sistema endócrino inclui todas as glândulas do corpo e os hormônios que essas glândulas produzem.

Esses hormônios controlam funções como fertilidade, digestão, cérebro e fisiologia do sistema nervoso, do sono e níveis de energia.

Consumir a raiz de maca ajuda a aliviar os sintomas menstruais ou menopausa.

E eleva o desejo sexual tanto nas mulheres como nos homens.

A maca peruana é também benéficas para as mulheres porque ajuda com a fertilidade.

Além disso, ela um adaptógeno, ou seja, ajuda o corpo a lidar com o estresse.

A maca é mais facilmente encontrada sob a forma de farinha (em lojas de produtos naturais), que pode ser adicionada a sucos, vitaminas, sopas e saladas (1 colher de sobremesa duas vezes por dia).

8. Vitex (também conhecida como agnus castus, agnocasto ou liamba)

É um forte tônico hormonal para as mulheres.

Ele trabalha diretamente no sistema endócrino e normaliza a glândula pituitária, que é responsável pelo equilíbrio de progesterona e estrogênio no corpo.

Muitos sintomas pode ocorrer quando esses hormônios estão fora de equilíbrio, algo que acontece quase toda vez que a mulher está no ciclo menstrual.

Muitos estudo já provaram que o vitex alivia sintomas da TPM e da menopausa.

Alguns acreditam que ela ajuda a evitar aborto no primeiro trimestre da gravidez e que aumenta a oferta de leite materno depois do nascimento do bebê.

No entanto, as futuras mamães sempre devem consultar o médico antes de consumir qualquer medicamento ou alimento, mesmo que sejam naturais.

Você encontra a erva vitex normalmente em farmácias de manipulação ou homeopáticas.

9. Cimicifuga ou erva-de-são-cristóvão

Você nunca ouviu falar desta erva?

Pois é bom procurar saber mais sobre ela, principalmente se você está na menopausa e está sofrendo com o calorão típico desta fase.

A cimicifuga (Cimicifuga racemosa), também conhecida como erva-de-são-cristóvão, é uma das plantas mais estudadas para tratar os sintomas da menopausa.

A maioria desses estudos mostrou que ela é bastante eficaz na redução dos suores nocturnos.

Acredita-se que essa ação se deva à capacidade da cimicifuga de reduzir os hormônios que causam esses sintomas.

Existe até remédio vendido em farmáciam que contém a cimicifuga para tratar sintomas da menopausa.

10. Suma (Pfaffia paniculata)

Também chamado de ginseng brasileiro, embora não esteja relacionado com o verdadeiro ginseng.

O extrato de raiz dessa erva é conhecido por normalizar a função endócrina, aumentar a imunidade e aumentar a força e o desempenho sexual.

A suma tem fama de ser como um “cura tudo”, por isso é usada para tratar uma série de doenças, além de ser usada como um tônico.

Se você está sofrendo com o calorão da menopausa, vale a pena conversar com o seu médico sobre esta erva.

Veja também:

Abóbora para normalizar as taxas de colesterol, trigliceris, diabetes e ácido úrico

10 Sintomas médicos que as mulheres não devem ignorar

A nova água de berinjela ainda mais poderosa

Esta é uma dica sobre tratamentos caseiros, não substitui um especialista. Procure sempre seu médico

FONTE

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *