Assento sanitário com papel higiênico não adianta

Quem nunca viu um assento sanitário com papel higiênico forrando ele ou até mesmo já fez isso?

Isto é uma forma de tentar se proteger por questões de higiene e até mesmo por causa de medo de pegar alguma doença.

Estudos apontam que a maioria das pessoas evitam usar banheiros públicos.

É raro você encontrar um banheiro público bem cuidado  então não dá para culpar os números por esta informação.

Geralmente são muito sujos e com um mal cheiro insuportável e nunca sabemos se a descarga vai funcionar ou se ainda vamos conseguir lavar as mãos depois.

Sem falar dos assentos e dos pisos sujos algo que já é característico desse tipo de banheiro.

Mas não da para evitar se você realmente precisar usar. Se a vontade for maior você não tem escolha.

E são estes banheiros que teremos que utilizar. Infelizmente!

E é ai que a maioria improvisa. Fazem verdadeiros “forros” no assento sanitário com papel higiênico.

Tentam formar assim uma barreira contra os germes e bactérias.

Vai me dizer que você nunca fez isso?

Se você é uma dessas pessoas que faz isso e somente utiliza assento sanitário com papel higiênico nos banheiros públicos, você está perdendo o seu tempo e desperdiçando papel.

Assento sanitário com papel higiênico  não vai lhe dar proteger contra nada!

Segundo Jason Tetro, pesquisador conhecido como o “Cara dos Germes”, a menos que “você lamba o assento do vaso”, não há realmente nenhuma probabilidade de se pegar uma infecção, mesmo quando não se usa a faixa de papel higiênico para cobrir o assento sanitário.

O pesquisador reconhece que os assentos sanitários estão cheios de populações bacterianas, geralmente sob a forma de bactérias fecais.

assento sanitário com papel higiênico

De acordo com o especialista, autor do livro “The Germ Code: How to Stop Worrying and Love the Microbes” (O Código do Germe: Como parar de se preocupar e amar os micróbios, em tradução livre), “Quando você se senta no assento sanitário, não há nenhum risco, a não ser que você tenha um corte gigante nas suas nádegas que permita que as bactérias entrem na sua corrente sanguínea”.

A ameaça de contaminação, segundo Jason Tetro, existe sim, mas é pelo ar.

O ato de dar descarga envia minúsculas gotas de água no ar, com bactérias alcançando até dois metros, caindo no chão ou na pia.

A boa notícia é que para acabar com esse risco, basta fechar o vaso com a tampa antes de apertar o botão da descarga.

Mas em alguns banheiros públicos isso não é possível pois a maioria deles se quer tem tampas.

O importante de se ir ao banheiro não é proteger o assento e sim lavar as mãos após usar.

Esse hábito sim vai diminuir qualquer risco de contaminação.

E procure nunca em hipótese alguma acionar a descarga se você ainda estiver sentada no vaso.

O risco do que estiver na privada respingue em forma de gotículas em sua pele é altíssimo.

Mas, novamente, a menos que haja um corte ou ferida aberta, o risco é mínimo, ressalta o cientista.

Você vai gostar de ler também:

Mau cheiro dos canos – elimine-os da cozinha ou do seu banheiro

Como deixar seu banheiro sempre perfumado (vídeo)

Casa limpa com menos gastos usando estas receitas caseiras

Esta dica é sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte

Loading...

Write A Comment